Respeito

Por paulohenrique

Existe tanta raiva dentro de mim, como se fossem rameiras cobrindo o meu coração. É extrema a falta de respeito que me cerca, e eu não sabendo o que fazer, para ao menos tentar reverter essa situação. É nítido ver o ser humano jamais querer o bem ao seu próximo, não mesmo. O egoísmo impera de tal forma, que daqui a pouco o “bullying” será o ato mais comum que temos para o nossos irmãos.

O que vejo é realmente isso, pessoas que te olham com tanta repugnância, que a vontade de levantar da cama e dar um belo de um tapa na cara da pessoa, pode ser uma cura para o meu físico inerte.

O que pensam que eu sou? Não sou um objeto, não sou algo inanimado que se preza a ignorância de muitos. Se eu o respeito, por favor, limite-se ao menos de ofertar o desprezo. Aliás, se respeite, pois no meu conceito, respeitar-se é dar valor àquilo que você, por mais doloroso que seja, faz, mas, procure dar sempre o seu melhor.

Já ouvi pessoas gritando para que todos ouçam: “Eu não gosto de trabalhar! Estou aqui porque eu preciso!” Ok, entendo você, mas já que a vida nos cobra tanto, e temos que lutar para conquistar nossos sonhos, não dê apenas o seu melhor sorriso, somente nas horas de seu conforto, e sim dedique-se por inteiro no momento em que a responsabilidade lhe toca o coração.

Faça essa experiência, olhe nos olhos das pessoas e veja que todos estamos no mesmo barco. Eu tenho uma vida ativa. Apesar de estar deitado direto, horas, dias, semanas, meses, anos, décadas, e quase meio século, estou aqui! Vocês me deram vida, se preocuparam com minha educação, me apontaram dedo em minha infância e adolescência para que eu desse valor ao respeito, e agora que a cada necessidade que tenho lhe dirijo o por favor e o muito obrigado, vocês fazem de minha vida um verdadeiro inferno!

Claro, não posso erguer a palavra, pois dependo de vocês para poder fazer aquilo que preciso, ou para mendigar um pouco de afeto, por mais que soe falso. Cuidar de pessoas não permite que, por mais que você seja ignorante, haja tantas falhas. Não que você seja obrigado a ser perfeito, a sorrir e dedicar amores e flores para tudo, mas, mais uma vez eu gentilmente lhe peço, dê ao menos respeito. Dedique-se ao respeito, pois este é o caminho para que todos lhe dediquem boas condutas, para que todos se sintam bem, e queiram estar sempre próximos de você de forma calorosa.

Até nas guerras, o inimigo é digno de respeito, e quando o exército contrário é conquistado, se for respeitado, sua força se torna maior, e assim, você pode sentir a paz, uma paz pura, onde na certeza seus atos não mostram nenhum resquício de dúvida.

A alma soberba é tão cega, que sabe sim dos seus erros, e faz aquela face de repugnância diante daquele que você julga, que você exalta o seu preconceito, por justamente não ter a vontade nem mesmo de lhe dedicar um leve e sutil sorriso.

Oras, então, se lhe é tão pesado assim, se lhe é um enorme sacrifício fazer aquilo que você não quer, então pare agora mesmo. Reflita, busque saber se realmente a alegria e a satisfação de vida existe verdadeiramente. Pense se em algum lugar nesse mundo, seja já onde for, possa existir alguém em que sua vida é um mar de flores.

Vou dizer uma teoria minha, na vida existem tantas dores físicas, mas duas delas são as piores para mim, e dessa, uma, durante uma vida toda, a esquecemos, o nosso nascer. Sim, acredito que nascer deva ser extremamente o limite de todas as dores. Ter mãos que nos puxam do ventre de nossas amadas mães, nossa pele muito fina, sem dizer de nossos ossos ainda não solidificados por completo, deve doer demais para nos arrancar de um conforto, e daí, dedicarmo-nos à vida.

Mais e mais uma vez, não sei quantas vezes irei lhe pedir, respeite. Espero muito que você entenda o que realmente quero lhe dizer. Por favor, não seja soberbo, NÃO SEJA EGOÍSTA!!! Como o Papa Francisco diante da câmera expressou para um ser que cego, quase o fez cair em cima de uma pessoa, ao ser puxado diante de muitos.

Não dedique o seu melhor apenas para o seu filho. Claro, a família em primeiro lugar, mas, o mesmo que você dá àqueles a quem você ama, será dado em dobro, àqueles que o cercam.

Todos somos dignos do amor. Eu o amo, o respeito, e sempre, lhe quero bem.