Mais um Ano se Aproxima

Por paulohenrique

É verdade, estamos praticamente nos últimos instantes de mais um ano que em nós deixa seus traumas. Digo traumas por ter sido deveras difícil viver em meio às necessidades, onde as notícias mostraram enormes filas em busca de algum emprego, para continuar pagando suas contas, e pondo comida na mesa.

Foi um ano traumático para aqueles que, tendo seu próprio negócio, tiveram a obrigatoriedade de mandar muitos embora, pela impossibilidade de remunerá-los. Chega a pesar em nossos ombros, não nos permitindo agir, por não termos chão sob nossos pés, e mesmo que haja caminhos a nossa frente, não temos ideia para onde seguir.

Foi um ano marcante, onde estrelas partiram e, domingo mesmo, um grande cantor, mundialmente conhecido, nos dá o seu adeus, pois agora, irá estar ao lado de Nosso Pai Eterno. Foi um ano que mesmo eu, me despedindo de um grande ator, passaram em minha mente, momentos de minha vivência, aqui no hospital, na companhia de meus filmes favoritos.

Um ano de lutas e tristezas, onde religiões e políticas são as culpadas de guerras cruéis, nas quais crianças e seus pais perdem o direito de viver, em meio à ignorância daqueles que acreditam cegamente em seus ideais, mas, tornam-se egoístas por acreditar que somente a eles o mundo pertence.

Mas, estamos vivos. Vivos para mostrar ao mundo que somos fortes, e que, apesar de tantos obstáculos, por mais sangrentos que sejam, vencemos.

Não posso lhe dizer que eu esteja livre das amarras que tanto me prendem, a ponto de quase não enxergar o Sol. Não posso afirmar que eu esteja livre de qualquer sensação que me prende ao chão, e o peso que tenho sobre mim afunda meus pés em um solo pedregoso.

Mas, posso afirmar que estou lutando. Entrego-me por completo às oportunidades que em minha frente surgem, as quais acredito serem boas novas. Ontem mesmo, à tarde, conversei ao celular com meu irmão. O ouvi, e me permiti acreditar e sentir que estou em boas mãos. Por muito tempo me afastei, me fechei em um recuo de incertezas e muito medo. Mas agora, não quero mais que estas sensações ilusórias façam parte de mim, pois, se assim eu permitir que aconteça, a certeza é que sempre ficarei na companhia da solidão, e acreditar realmente que eu seja capaz de tudo sem permitir que um amigo, ou mesmo o seu próprio irmão lhe ajude, é ser o rei da ignorância e da estupidez.

Eu, principalmente, preciso daqueles que podem estar onde para mim, é um lugar muito distante. Preciso que minhas ideias e meus sonhos sejam levados para aqueles que podem ter novas ideias e, assim, concluir cada etapa de minhas conquistas.

Dessa forma, deixo algo muito importante para todos aqueles que estão lendo essas minhas palavras. Eu, preciso muito de vocês, que com toda a certeza, iluminam meu céu. Vocês estão aí, fazendo com que eu enxergue o caminho que devo seguir, e a cada passo dado, um avanço em minha vida vem cheio de oportunidades de conhecimento e aprendizado.

Muito obrigado por cada um estar ao meu lado, e a todos quero muito poder ofertar sempre o melhor. Sei que não sou perfeito, tenho falhas, e a muitos, sem que eu perceba, acabo cometendo atos impensáveis.

Desejo que nesse novo ano que se inicia, não somente tudo do bom e do melhor venha a cada um, mas que, principalmente, estejamos armados da coragem, e protegidos pelo bom senso, para que, com nossas espadas possamos ferir o desamor, e com nosso escudo, dizer a cada um a importância desse sentimento muito forte chamado amor.

Muito obrigado meu irmão, por existir em minha vida. Muito obrigado minhas estrelas queridas, pelas quais sou aquecido e muito amado.

Feliz 2017.